Blog Magic Web Design

Acesse o site

Crimes cibernéticos crescem novamente em 2013

crimes-cibernéticos-crescem-novamente-em-2013

A segunda edição da pesquisa O Comportamento do Usuário na Internet mostrou que o número de pessoas que sofreram crimes cibernéticos passou de 12,7% em 2012 para 17,9% em 2013, um número considerado alto para apenas um ano. As duas pesquisas foram realizadas com mil pessoas no estado de São Paulo.

Realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), a pesquisa registrou que os homens são as maiores vítimas dos crimes cibernéticos. Uma média de 20% do público masculino entrevistado já sofreu ataques on-line, contra 15,2% das mulheres.

A falta de cuidado é um dos principais motivos que levam a esse tipo de situação. No ano passado a mesma pesquisa apontou que 79,8% dos usuários utilizavam ferramentas de proteção em dispositivos digitais, porém, em 2013 o número caiu para 65,4%. E isso é grave.

“Até se tornarem vítimas, as pessoas pensam que estão protegidas e deixam de tomar alguns cuidados e usar ferramentas de proteção. Publicar fotos e divulgar dados pessoais, como nome completo, nome da empresa em que trabalha, nas mídias sociais, por exemplo, é muito perigoso, assim como usar senhas de fácil acesso e fazer check-in no local onde está”, comenta Kelly Carvalho, especialista da Fecomercio.

Antes de sofrer algum tipo de crime, muitas pessoas ignoram a segurança na internet, e um fator muito comum é a falta de atualização do navegador e do antivírus. Ao esquecer-se desse importante cuidado e efetuar uma compra pela internet ou realizar uma transação bancária, o internauta pode ter grandes prejuízos e preocupações.

É preciso estar atento e prezar por uma conexão segura, pois hackers estão sempre à procura de brechas para cometer crimes. Se um vírus for instalado em um computador, é possível que pessoas de má índole visualizem tudo que está sendo feito. Portanto, é necessário instalar e atualizar com frequência a suíte de segurança que deve conter antivírus e anti-spam.

Antonio Borba, Diretor Executivo da Magic Web Design e especialista em segurança, comenta que crimes na internet são mais fáceis de acontecer do que imaginamos: “Ao acessar a internet fazendo uso de redes públicas de conexão Wi-Fi, por exemplo, você possibilita que suas senhas, seus dados e tudo o que visualizar enquanto estiver conectado seja facilmente acessado e clonado, pois a rede pode ter sido criada e estar sendo controlada por alguém com segundas intenções”. Ao utilizar redes Wi-Fi é importante optar por aquelas que exijam senhas ou cadastros prévios, pois comprovam segurança e idoneidade.

Empresas também vêm sendo afetadas pelos crimes cibernéticos. A pesquisa de comportamento mostrou que 29,7% das pessoas levam para casa informações do trabalho em dispositivos móveis, como tablets e notebooks, e 59,7% costumam baixar aplicativos nesses dispositivos, o que pode colocar em risco as informações da empresa e possibilitar que criminosos virtuais modifiquem programas e redes de computadores.

Confira abaixo a entrevista de Borba ao SBT Paraná sobre segurança na internet.

Veja também: Borba fala ao Paraná TV sobre segurança de dados na internet.

——————————————————————————————-

A Magic Web Design desenvolve, desde 1996, soluções completas para empresas de todo o Brasil nas áreas de internet e multimídia, com web sites, gerenciamento de redes sociais, sistemas on-line, lojas virtuais (e-commerce), apresentações multimídia e diversos outros serviços.
http://www.magicwebdesign.com.br/

Pin It

Comentários Facebook

2 Respostas para Crimes cibernéticos crescem novamente em 2013

  1. Pingback: Digital Shadow: saiba o quão vulneráveis são seus dados no Facebook | Magic Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*