Blog Magic Web Design

Acesse o site

11 fotos dos seus filhos que você não deve publicar

11 fotos dos seus filhos que você não deve publicar

Seu filho deu o primeiro passo, começou na escolinha, saiu com os amiguinhos, ou você simplesmente acha ele uma graça. Pronto, não faltam motivos para que os pais publiquem diversas fotos das suas crianças nas redes sociais, porém, é importante estar ciente dos riscos de postar muitas imagens dos filhos na internet.

A rede é um espaço público, e mesmo que você acredite que apenas os seus amigos veem as fotos, não costuma ser bem assim. Em entrevista ao site Delas IG, o especialista em segurança da informação da TrustSign, Marcos Ferreira, afirma que a maioria dos pais não se preocupa em configurar a privacidade das redes e acaba deixando as fotos públicas, e não apenas para os amigos.

Ferreira alerta, depois de publicadas as imagens, estas permanecerão on-line, mesmo que sejam deletadas, isso porque já foram armazenadas nos servidores ou baixadas por outras pessoas. O especialista ressalta: “A primeira coisa que todos os pais devem ter em mente é que é extremamente difícil controlar as imagens divulgadas na internet”.

Já a revista Cláudia chama a atenção para a vulnerabilidade que publicações com esse tipo de conteúdo pode trazer. Ao publicar as fotos das crianças, os pais podem estar expondo seus filhos.

Para que você não cometa equívocos, colocando seus filhos em risco, reunimos 11 tipos de fotos que devem ser evitadas nas redes sociais:

1. Fotos que atraiam criminosos

Crianças nuas

Créditos da foto: Shutterstock

Sabemos o quanto as crianças se divertem enquanto estão tomando banho ou nas piscinas durante o verão, mas fique atento para não mostrar as partes íntimas. Infelizmente, há o risco de as fotos serem compartilhadas em sites ilegais.

2. Com uniforme

Com uniforme

Créditos da foto: Shutterstock

Evite mostrar o nome da escola, de cursos ou de outros locais que seu filho frequenta. Este tipo de informação pode ser usada para planejar um sequestro, ou em trotes de falsos sequestros. Esse tipo de ligação já costuma ser assustador, imagine se o criminoso tiver acesso a informações precisas do cotidiano das crianças!

3. Fotos em alta qualidade

Fotos em alta qualidade

Créditos da foto: Shutterstock

Quando as fotos estão em alta resolução, fica mais fácil editá-las e manipulá-las com qualquer propósito. A imagem da criança pode acabar parando em um anúncio ou montagem de mau gosto.

4. Com os amiguinhos

Com os amiguinhos

Créditos da foto: Shutterstock

Mesmo que você não veja problema em publicar a foto, os pais das outras crianças podem não gostar de tanta exposição. Sempre consulte os outros pais antes.

5. No ambiente de trabalho dos pais

No ambiente de trabalho dos pais

Créditos da foto: Shutterstock

Com este tipo de informação, os usuários mal intencionados saberão os locais que a criança frequenta e onde os pais trabalham. As informações podem ser utilizadas para sequestros, fraudes ou roubos.

6. Constrangimento futuro

Constrangimento futuro

Créditos da foto: Shutterstock

Lembre-se que depois de publicadas, as fotos ficarão on-line indefinidamente, por isso avalie se a foto pode ou não ser utilizada em um episódio de bullying, por exemplo.

7. Possíveis memes

Possíveis memes

Hoje em dia, tudo que cai na rede pode virar meme. Então tome cuidado ao publicar uma foto muito engraçada ou inusitada, pois ela pode facilmente viralizar.

Vale lembrar o caso do jovem Nissim Ourfali, que viu o seu vídeo de Bar Mitzvah estourar nos blogs de humor.

8. Objetos de valor

Objetos de valor

Créditos da foto: Stefano Tinti

Evite mostrar os objetos de valor que a família possui, como carros importados, tablets, smartphones caros, ou joias. As informações podem ser utilizadas no planejamento de um roubo, expondo a família ao perigo.

9. Registro de localização

Registro de localização

Créditos da foto: Shutterstock

Mesmo que a fotografia não coloque seu filho em situações de risco, evite revelar os locais que frequenta. Para evitar esse tipo de situação não poste fotos cuja geolocalização seja fornecida, para isso, basta desativar o GPS do seu smartphone.

10. Pistas de onde a criança vive

Pistas de onde a criança vive

Créditos da foto: Shutterstock

Evite mostrar o nome da rua, a placa do carro, ou mesmo a fachada da casa. Estas informações podem ser utilizadas para ameaçar sua família.

11. Álbuns públicos

Álbuns públicos

Antes de publicar qualquer fotografia do seu filho, verifique as configurações das suas redes sociais, e garanta que apenas os seus amigos possam ter acesso. Mídias como o Facebook, por exemplo, permitem criar listas de usuários, limitando o alcance de suas publicações.

As dicas são as mesmas para os vídeos caseiros, principalmente os feitos durante as férias de verão, quando as crianças ficam naturalmente com roupas mais curtas por causa do calor. Aproveite para conversar com os amigos e familiares próximos, para que evitem cometer qualquer um destes erros e colocar os filhos em perigo.

Leia também: Qual o melhor smartphone para as crianças?

——————————————————————————————-

A Magic Web Design desenvolve, desde 1996, soluções completas para empresas de todo o Brasil nas áreas de internet e multimídia, com web sites, gerenciamento de mídias sociais, sistemas on-line, lojas virtuais (e-commerce), apresentações multimídia e diversos outros serviços.
http://www.magicwebdesign.com.br/

Pin It

Comentários Facebook

5 Respostas para 11 fotos dos seus filhos que você não deve publicar

  1. Pingback: 5 dicas para não se queimar nas redes sociais - Magic Blog - Magic Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*