Blog Magic Web Design

Acesse o site

Saiba como ganhar dinheiro com o seu canal do YouTube

Saiba como ganhar dinheiro com o seu canal do YouTube

O YouTube é a rede de vídeos mais acessada do mundo. Está presente em mais de 61 países, é visitado por 1 bilhão de usuários todos os meses, com uma média de 6 bilhões de horas transmitidas mensalmente. A mídia recebe cerca de 100 horas de vídeos a cada minuto, e remunera 1 milhão de canais criados por seus usuários, através da inserção de publicidade. O que você está fazendo que ainda não começou a ganhar dinheiro com os seus vídeos?

Para ajudar a transformar o seu canal em uma fonte de renda, reunimos as dicas que a plataforma divulgou em diferentes eventos, como os workshops promovidos no “YouTube Space”, em Los Angeles, e o “Creator’s Day YouTube”, que aconteceu em São Paulo. Confira:

Monte um canal de sucesso

Antes de tentar monetizar os seus vídeos, é preciso que você construa um canal sólido, e que tenha um número mínimo de visualizações. Para ajudar os usuários, o Google promoveu um workshop no YouTube Space, e o site Update or Die divulgou as recomendações para quem pretende empreender:

1) Seja consistente e redundante

É preciso construir uma linguagem e uma identidade para o seu canal. Para isso, crie vinhetas que poderão ser usadas durante a abertura e o encerramento, com o logo e o seu nome, ou recursos visuais que reforcem sua identidade ou as principais características.

Veja, por exemplo, os vídeos do canal Bad Lip Reading:

2) Mantenha uma periodicidade nas publicações

Defina quantos vídeos serão publicados por mês e monte um calendário, faça uma previsão realista, para conseguir produzir o material adequadamente. Aproveite as datas importantes e fique de olho nos trending topics, para produzir vídeos especiais, assim seu material ganhará mais relevância.

3) Tempo médio de visualização é mais importante que número de visualizações

O watch time é a medida que irá determinar a ordem de destaque do seu vídeo dentro da plataforma, logo, quanto mais tempo, melhor. Acompanhe os relatórios estatísticos e avalie quais são os conteúdos que te trazem mais tempo de audiência, e invista neles.

Estatísticas YouTube - watch time

4) Incentive a interação dos seus espectadores

Observe quem são os usuários que mais se relacionam com a sua publicação e os convide para participar da produção, você pode fazer isso citando alguns comentários em outros vídeos, ou até um usuário específico.

Outra forma de gerar engajamento é convidar os assinantes do canal a sugerirem temas ou colaborarem com a produção dos roteiros. Lembre-se, no meio digital, a interatividade é seu melhor termômetro de sucesso.

Inscreva seu canal para receber publicidade

Depois de conquistar o público, chegou o momento de começar a incluir a propaganda nos seus vídeos. Para tanto, você deve se inscrever na plataforma como um criador de conteúdo, e se encaixar em algumas regras:

1) Seu conteúdo deve ser indicado para os anunciantes

Isso significa que você deve ter um número mínimo de visualizações – que pode variar dependendo do anunciante –, e que seu conteúdo precisa estar relacionado com o produto anunciado.

O YouTube seleciona o AdSense que será exibido no seu vídeo com base nos fatores contextuais do seu vídeo e canal. Então capriche na descrição e tome cuidado em como categoriza seu vídeo, quanto mais próximo for do seu público, mais chances você terá de fazer dinheiro.

Descrição do vídeo do canal Porta dos Fundos

2) Você deve criar o conteúdo e ter permissão para usá-lo comercialmente

Se você usar músicas ou trechos de outros vídeos, será necessário apresentar a licença ou comprovar a compra dos direitos autorais de todo o material. Se tudo que você utilizou foi originalmente produzido por você, faça seu registro autoral e vá em frente!

3) Seu conteúdo deve estar em conformidade com os Termos de Serviço e Diretrizes da Comunidade

A plataforma possui algumas regras que podem retirar o anúncio do seu vídeo e até bloquear futuros patrocínios. Fique atento para não incluir cenas que contenham: sexo, nudez, apologia ao ódio, atos perigosos ou ilegais, situações que tenham a intenção de chocar ou que sejam muito violentas. Leia com calma as regras da mídia.

Feche parceria com as marcas

Agora que o seu canal está decolando, e que você já possui um público consolidado, chegou a hora de conquistar o patrocínio das marcas. Na semana passada, o escritório do Google em São Paulo promoveu o workshop Creator’s Day YouTube, no qual diversos profissionais deram dicas de como os produtores podem se aproximar das marcas e monetizar seu conteúdo, sem colocar em risco o sucesso do canal. O site Canal Tech Corpore separou algumas delas:

1) Aproxime-se das marcas de modo profissional

Trabalhe com a sua rede de contatos, agências e até assessorias de comunicação para fazer uma aproximação educada e conquistar a simpatia dos responsáveis. Lembre-se de procurar marcas que abordem o mesmo assunto que você, ou que tenham um público parecido, pois esse tipo de aliança costuma gerar resultados mais naturais e positivos.

Aproxime-se das marcas de modo profissional

2) Monte um media kit

Faça uma apresentação completa do seu canal, inclua o número de assinantes, a média de Watch Time, dados sobre o público-alvo, demografia do canal e audiência.

Não esqueça de abranger informações básicas, como o formato dos seus vídeos e o tipo de conteúdo que você gera, e não acredite que todos te conhecem. Também aproveite para mostrar quais são os vídeos que têm mais visualizações, ou aqueles que possuem a melhor qualidade de produção.

3) Apresente estimativas reais

Mostre quantos usuários é possível alcançar, mas faça projeções realistas. Não exagere para tentar impressionar, pois se você não conseguir entregar o resultado prometido, pode perder a parceria.

4) Promova o conteúdo

Fechada a parceria, é hora de promover o material. Hoje, os usuários estão acostumados com a propaganda nos canais de YouTube, e se o vídeo for bem construído, poderá funcionar como uma vitrine para futuros contratos.

Aproveite a veiculação e analise o impacto do conteúdo, observe a reação da audiência e a recepção da marca pelos seus assinantes. Tudo isso servirá para alinhar as próximas ações.

Fique atento a estas dicas e confira se o seu canal está no caminho certo para fazer sucesso na internet. Se você possui um vídeo que está viralizando, também é possível garantir os seus direitos autorais e ganhar dinheiro com eles, como já falamos anteriormente, relembre: Ganhe dinheiro com os vídeos virais.

Leia também: YouTube ultrapassa Facebook e Twitter entre os jovens 

——————————————————————————————-

A Magic Web Design desenvolve, desde 1996, soluções completas para empresas de todo o Brasil nas áreas de internet e multimídia, com web sites, gerenciamento de mídias sociais, sistemas on-line, lojas virtuais (e-commerce), apresentações multimídia e diversos outros serviços.
http://www.magicwebdesign.com.br/

Pin It

Comentários Facebook

22 Respostas para Saiba como ganhar dinheiro com o seu canal do YouTube

  1. O seu artigo foi mais que completo e original,muito bom mesmo.Eu gosto desse tipo de artigo que vai direto ao assunto.Concordo com muitas coisas e aprendi outras.Como ser regular com a publicação dos vídeos,observar os comentários,incentivar os leitores a comentarem.
    Obrigada pelas dicas,
    Bjinhosss

  2. July disse:

    Excelente matéria! Estou começando agora com a ideia de fazer um canal e esse post me ajudou muito!!

  3. José Pedro disse:

    Será que ainda funciona esse negócio de kit?

  4. Gostei bastante do conteúdo de vocês! Um artigo abordando boas práticas que faz com que o canal atinja outro patamar.
    Principalmente alertando sobre postar conteúdo com regularidade e não ficar fissurado na visualizações, mas sim no tempo de permanência.
    Muito bom!

    Escrevi um artigo que fala sobre o YouTube também, mas de uma outra perspectiva. Acho que complementa o de vocês e pode ajudar ainda mais seus leitores. Se quiser conferir, o link é:

    http://nucleoempreendedor.com/como-ganhar-dinheiro-youtube/

    Seria muito bom ter um feedback de vocês por lá e enriquecer ainda mais o conteúdo e o bate-papo.
    Abraço!

  5. domingos disse:

    dica muito boas vale vera estava precisando dica tao boa

  6. Valdemir disse:

    Muito bom artigo, realmente muito inspirado! Continue assim e você vai longe!!!

  7. Diário das amigas disse:

    Eu quero muito participar

  8. Átilla Queiroz disse:

    Estou querendo criar um canal, só que tô pensando que não vai dá certo porque recebo muitas críticas e isso me deixa muito pra baixo. O que vocês acham devo criar ou não.?
    E eu não tenho assim muita ideia de qual ser o intuito. Me ajudem!

  9. Jose Kriok disse:

    Na situação em que quero usar um vídeo público no youtube de outra pessoa comercialmente em um produto comercial meu, como eu faço para fazer isso respeitando o direito autoral?

    • Olá, José

      Para usar qualquer material – vídeo, foto, imagem, gravura, infográfico, etc – que não tenha sido produzido por você, a lógica é sempre entrar em contato com quem criou o material e pedir permissão para usá-lo. Ao mesmo tempo, é necessário dar o crédito do material à pessoa que o criou no comercial que você está criando.
      Se o seu caso for mais robusto, José, aconselhamos que busque aconselhamento jurídico, para que você esteja munido de informações e não seja surpreendido com algum processo de direitos autorais.
      Qualquer dúvida, estamos aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*