Blog Magic Web Design

Acesse o site

Qual é a real relação entre o Google+ e o ranqueamento de um site nas buscas?

google+

Em qualquer pesquisa no mecanismo de busca do Google, o que leva um site a aparecer antes que os demais? O algoritmo de ranqueamento da gigante é complexo e envolve centenas de fatores – muitos deles mantidos em segredo, em uma tentativa de evitar estratégias “black hat e prezar pelo bom conteúdo na web. Dessa forma, uma questão tem sido debatida incessantemente nos últimos meses: estar presente no Google+ e compartilhar conteúdo nessa rede influencia o ranqueamento de uma marca ou site nas buscas?

  • Moz Data Science x Google

Diversos estudos já foram realizados buscando entender como os “+1s” afetam a posição de um site no Google, entre eles o SEO Ranking Factors 2013, da SearchMetrics e o da Moz Data Science. Em ambos, os Curtir do Google+ foram identificados como fatores que, de forma correlata, estão ligados a um bom ranqueamento de página – acima até mesmo de itens como o já conhecido “link building”. Entretanto, apesar do método científico empregado nas análises, a subjetividade do algoritmo do Google mantém as discussões vivas – e sem uma resposta definitiva.

estudo-seo
Esse último estudo em particular atraiu a atenção de Matt Cutts, um dos principais programadores do Google focados em busca, que comentou sobre o link da Moz Data Science, afirmando que os “+1s” não estão relacionados ao ranqueamento de um site no Google. “Se você fizer um conteúdo que chama atenção, as pessoas vão curtir, compartilhar no Facebook, dar um +1, etc. Mas isso não significa que o Google está usando esses sinais em seu ranqueamento. Em vez de forçar +1s no conteúdo, seu tempo é melhor gasto na criação de um bom conteúdo”, disse ele.

  • Causa ou correlação?

Durante o SMX Advanced 2013, evento focado em marketing de busca que aconteceu em Seattle, nos EUA, o pesquisador Eric Enge apresentou um novo estudo, por meio da Stone Temple, afirmando que o impacto do Google+ no ranqueamento de sites não pode ser comprovado como causa. E então é preciso parar e compreender como esse estudo de Enge difere dos dois outros já citados. Enquanto o SEO Ranking Factors 2013 e a análise da Moz Data Science falam claramente em “correlação”, o experimento de Enge trabalha diretamente na “causalidade”. Mas qual é a real diferença entre esses dois termos?

Correlação: o ranqueamento de um site apresenta melhoras. Ao mesmo tempo, nota-se que há mais “+1s” no conteúdo publicado na página ou no perfil.

Causa: o ranqueamento de um site apresenta melhoras porque há “+1s” no conteúdo publicado na página ou no perfil.

Com propostas diferentes, os três estudos buscam respostas para a pergunta proposta no primeiro parágrafo. E devido à própria subjetividade do conceito de algoritmos utilizado pelo Google, os três estudos falham.

  • Botão +1

Apesar de não ser possível chegar a uma resposta exata, o método científico empregado pelos estudos já citados sustentam uma especulação mais certeira. Quando um desenvolvedor adiciona um botão de +1 no próprio site, por exemplo, é preciso aceitar um termo de uso em que consta o seguinte trecho:

“Ao usar o botão do Google+, desenvolvedores dão permissão para que o Google utilize um software automático, conhecido como ‘web crawler‘, para compilar e analisar websites associados ao botão do Google+.”

botao-plus

Não, o trecho acima não indica que o Google irá usar o conteúdo para indexar ou ranquear, mas isso garante à gigante o acesso às páginas que usam o botão da mídia social. Porém, algum motivo existe, embora não esteja especificado.

  • Esforço e comprometimento

Uma razão que pode levar o Google a não utilizar o Google+ como fator importante de ranqueamento é a diferença básica entre o comprometimento de ação entre compartilhar um post na rede e a criação de um conteúdo realmente bom, com chances de link em outros sites – um dos fatores que, é sabido, afetam o ranqueamento.

Clicar em um +1
Esforço: muito baixo
Comprometimento: baixo

Compartilhar
Esforço: baixo
Comprometimento: moderado

Implementar um link
Esforço: alto
Comprometimento: alto

Com base nessa análise de esforço e comprometimento, não faz sentido que um +1 tenha valor igual ou superior ao da implementação de um link. E em termos de ranqueamento, o valor é dado conforme o esforço. No algoritmo de feed do Facebook, por exemplo, um comentário vale mais que um Curtir justamente pelo esforço que a ação exige.

  • O que tudo isso significa, afinal?

g-plus

Enquanto é possível afirmar que o +1, divulgação de um conteúdo dentro do Google+, estimula a visibilidade de um post, não faz sentido afirmar que ele é a causa de uma melhoria no ranking de buscas. O que pode acontecer, no entanto, é que com uma maior visibilidade as pessoas compartilhem mais o link dentro de outras páginas, criando um link building orgânico. A resposta de Eric Engel, portanto, é clara: o Google+ não causa uma melhoria no ranking. Contudo, isso não invalida os estudos anteriores, que encontram uma correlação entre os fatores.

O que isso significa para as empresas e agências, portanto? Enquanto o algoritmo de busca do Google ainda é parcialmente um mistério, deve-se confiar nos elementos de influência já conhecidos – link building, páginas de autoridade, etc. –, criar conteúdo relevante e de qualidade e usar as mídias sociais (Google+, Facebook, Twitter, entre outras) para que o conteúdo criado atinja mais pessoas. E quanto ao +1, este não causa a melhoria do ranking, mas com certeza está correlacionado a isso.

No plano de gestão de mídias sociais oferecido pela Magic Web Design para empresas, o Google+ é um dos serviços ofertados, estimulando a visibilidade de uma marca e o compartilhamento de conteúdo produzido em outras mídias. Ficou interessado e deseja saber mais? Preencha nosso formulário e entre em contato conosco; com certeza temos soluções personalizadas que darão destaque à sua marca.

Veja também: Google Plus, não fuja dele.

——————————————————————————————-

A Magic Web Design desenvolve, desde 1996, soluções completas para empresas de todo o Brasil nas áreas de internet e multimídia, com web sites, gerenciamento de redes sociais, sistemas on-line, lojas virtuais (e-commerce), apresentações multimídia e diversos outros serviços.
http://www.magicwebdesign.com.br/

Pin It

Comentários Facebook

3 Respostas para Qual é a real relação entre o Google+ e o ranqueamento de um site nas buscas?

  1. Pingback: Google+ deve ter ótimo ano em 2014 – Magic Blog | Magic Blog

  2. Pingback: É o fim do SEO? - Magic Blog - Magic Blog

  3. Pingback: 8 razões para você saber HTML e CSS - Magic Blog - Magic Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*