Blog Magic Web Design

Acesse o site

Planeta Terra acaba de entrar na sala Ano 2035

Futuro dos Computadores em 20 anos - Magic

Planeta Terra, 2035. Você já parou para pensar como serão os computadores daqui a 20 anos?

Lembre-se da internet discada, mIRC, ICQ e MSN. Nem faz tanto tempo que usávamos computadores gigantescos. A velocidade com que as máquinas evoluíram já fez muita gente sonhar uma vida à la Jetsons!

De acordo com o futurista Kurzwiel, um dos mais respeitados do mundo, em 20 anos a tecnologia será centenas de milhares de vezes mais avançada do que é hoje.

A equipe Magic resolveu arriscar alguns palpites sobre como serão os computadores! Confira.

Antonio Borba 

Antonio Borba - Magic

Até pouco tempo, todos imaginavam que os computadores do futuro seriam wearables, entretanto, os primeiros modelos não pegaram, como atesta o fracasso do Google Glass. A tendência atual parece girar cada vez mais em torno de dispositivos móveis híbridos entre celulares e tablets (phablets), enquanto o notebook e o desktop caem em importância.

Não importa o formato, uma coisa é certa – daqui a 20 anos, o computador pessoal deverá estar muito mais conectado ao nosso corpo, através de interfaces que permitam receber e enviar instruções de forma transparente e automática, sem que outras pessoas percebam.

Quando o computador estiver realmente conectado ao nosso cérebro, será decretado o fim absoluto da vida off-line e da privacidade.

Juliano Gusso Fagundes

Juliano Gusso Fernandes - Magic

A grande mudança de tecnologia será no uso de energia sem fio (wireless). Atualmente já existem dispositivos que não precisam de fios e são capazes de se comunicar com outro aparelho, como o mouse e o teclado do Mac, por exemplo, mas eles ainda necessitam de pilhas. No futuro, acredito que a energia em si será transmitida sem fios.

Leando Romanzini 

Leandro Romanzini - Magic

Em 20 anos vamos ter CPUs menores e uma evolução dos periféricos, certamente, mas não creio em mudanças conceituais. Vamos continuar precisando dos mesmos dispositivos, como monitores e teclados.

Uma possibilidade é o surgimento de um periférico dobrável, parecido com uma grande folha de papel, que poderá ser colocado sobre a mesa e conectado ao celular, assim disponibilizando um monitor, teclado e sistemas de touchscreen. É a boa e velha mesa, só que interativa.

Outras considerações

Sempre que olhamos para trás, ficamos admirados com a evolução tecnológica, mas no momento em que estávamos lá pensávamos que iríamos muito mais longe do que realmente fomos.

Uma vez ouvi uma frase muito boa de um cientista, cujo nome infelizmente não lembro. Dizia mais ou menos assim: “Acho muito divertido este papo de robôs dominando o mundo ao mesmo tempo em que tentamos apenas fazê-los segurarem uma xícara”.

As pessoas são bastante otimistas em relação aos computadores pessoais para daqui a 20 anos, e chegam a dizer que estarão dentro de nós e conectados ao nosso cérebro. Mas isto não vai ocorrer, ao menos não em tão pouco tempo 🙂

Fernanda Hoffmann 

Fernanda Hoffmann - Magic

 

Acredito que futuramente a tecnologia irá além das conexões em periféricos por voz ou toque, tudo será conectado automaticamente através de nanotecnologia adaptada aos seres humanos. Todos esses equipamentos físicos (smartphones, relógios, notebooks) serão reduzidos a nada ou quase nada.

A holografia será algo comum em nosso cotidiano e terá interação simultânea seja com neurotransmissores, seja com algo como lentes de contato superpoderosas, que fariam a leitura instantânea do que pensamos ou queremos fazer, e assim se conectaria a plataformas específicas que resolveriam o problema.

Seria algo do tipo “Pensou? Conectou, aconteceu!”.

Leia também: Em terra de post patrocinado, conteúdo é rei

Pin It

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*