Blog Magic Web Design

Acesse o site

Exposição de dados dos usuários decreta morte oficial do Google Plus

Dois meses para o fim do Google+

O Google voltou a entrar em contato com os usuários para relembrar o fim do Google Plus, anunciado em dezembro do ano passado. Segundo a própria empresa:

devido à pouca adesão e aos desafios envolvidos na manutenção de um produto de qualidade que atendesse às expectativas dos consumidores”

O prazo para a extinção da ferramenta é dia 2 de abril, quando todas as contas, páginas e conteúdos serão excluídos. Fotos e vídeos da aba “Arquivo”, do Google Plus, também serão eliminados na mesma data.

O Google afirmou, porém, que até a data estipulada será possível fazer o download e salvar os próprios conteúdos. Fotos e vídeos armazenados em backup no Google Fotos não serão apagados.

A empresa anunciou, ainda, que o processo de exclusão de conteúdo das contas pessoais, das páginas e do “Arquivo” do Google Plus levará alguns meses. Até que a conta seja eliminada, portanto, é possível que alguns conteúdos fiquem disponíveis para os usuários do G Suite ou que os usuários ainda vejam partes da conta do Google Plus pelos registros de atividade.

Veja outras informações:

Proprietário ou moderador de uma Comunidade do Google Plus

Caso você seja proprietário ou moderador de uma página, será possível fazer o download dos dados da Comunidade e, a partir de março de 2019, baixar outros dados, como autor, texto e fotos de todas as postagens das Comunidades públicas.

Botão de login do Google Plus

O botão de login do Google Plus, usado para se conectar a sites e apps, não funcionará mais. Em alguns casos, poderá ser substituído pelo botão de login do Google.

Fim do Google+ será em abril

Comentários em sites

O recurso para usar o Google Plus para fazer comentários na própria plataforma ou em outros sites já está desativado. Os comentários do na plataforma também serão excluídos a partir de 2 de abril.

Cliente do G Suite

Para os usuários do G Suite, o Google Plus continuará ativo e contará com novos recursos e aparência atualizada. A empresa aconselha que estes usuários entrem em contato com o administrador do G Suite para saber mais detalhes.

Desenvolvedores

Todas as APIs do Google Plus serão desativadas até 7 de março. O desligamento, que foi iniciado em 28 de janeiro, será progressivo. A companhia enviou e-mails aos desenvolvedores, listando os métodos da API usados ​​recentemente e as solicitações de escopo do Google Plus OAuth em seus projetos.

Causas do fim

O Google Plus foi criado em 2011 para tentar rivalizar com o Facebook. Não chegou nem perto: mais de 90% das sessões duram até cinco segundos, segundo relatório da própria companhia. Além disso, duas falhas no sistema terminaram de dissolver a credibilidade da plataforma: em março de 2018, a ferramenta teve uma brecha em que até 500 mil contas podem ter sido afetadas. Na ocasião, o Google demorou sete meses para informar os usuários.

Em novembro, outro bug afetou a rede social – desta vez na API “People”, que permitia aos desenvolvedores acesso a dados de perfis, como nome, e-mail, profissão, sexo, data de nascimento, entre outros. Com a nova falha e 52,5 milhões de usuários com suas privacidades expostas por uma semana, o Google decidiu adiantar o encerramento da plataforma, de agosto para abril de 2019.

Fonte: Google

Leia também: Retrospectiva: veja o que foi mais pesquisado no Google em 2018

Pin It

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*