Blog Magic Web Design

Acesse o site

Novo YouTube, ainda mais parecido com a TV

 Novo YouTube, ainda mais parecido com a TV - Magic Web Design

Existem milhares de redes sociais espalhadas pela internet. Algumas são exclusivas para pessoas bonitas, outras feitas para os adeptos da traição e há aquelas generalistas, focadas na grande massa. Por ser tão vasto esse mundo, é comum as redes se “reinventarem”. Neste ano, o Orkut passou por mudanças – que não deram certo –; o Facebook mudou completamente a timeline do usuário, deixando algumas pessoas felizes, como Mark Zuckerberg, que chorou de emoção quando divulgou a novidade, e outras “p” da vida; e agora, perto da vinda do Papai Noel, foi a vez do YouTube.

A maior rede social de vídeos on-line divulgou recentemente diversas mudanças, tanto em seu layout como na forma de navegação.  Ao entrar na página inicial do YouTube, o usuário percebe que no lado esquerdo existe uma nova coluna feita para organizar os vídeos por meio de categorias. Há, por exemplo, as subdivisões “Em Alta”, “Popular”, “Humor” ou “Entretenimento e Esporte”. Ou seja: ficou mais fácil encontrar um vídeo.

Isso é bom?

Muita gente gostou da atualização da rede, mas outras, como blogueiros e heavy users, detestaram. Por quê? Porque agora vai ser mai difícil publicar um vídeo qualquer no YouTube. Antes da mudança a sua filha que diz palavras bonitinhas, como a menina Isabela, ou seus filhos, que lutam taekwondo de uma forma superfofa, poderiam ganhar facilmente um destaque na página inicial da rede. Mas, agora, a preferência será das grandes empresas que fecharam parceria com o YouTube.

YouTube está mais comercial?

Sim, está mais comercial e já estava na hora de se “reinventar”. Afinal, sempre foi um fracasso no quesito “lucro”. Em 2010, por exemplo, a rede ainda não tinha achado um jeito de faturar com os vídeos. Aos poucos, isso tem mudado. Agora, por exemplo, há o First Watch, plataforma que exibe anúncios publicitários antes dos vídeos. Na pauta da equipe de Eric Smith está a seguinte discussão: como gerar receita por meio da quantidade de visualizações?

Só para efeito de comparação: o Facebook, neste ano, deve bater a receita de US$ 1,3 bilhão em publicidade. Entre 2009 e 2011, o site cresceu 165% nos Estados Unidos e 325% fora dele. O YouTube, em 2010, arrecadou “apenas” US$ 700 milhões, mesmo segundo o segundo site mais visitado do mundo.

Programação de TV?

A mudança do YouTube, além de visar lucro,  quer dar ao usuário uma experiência diferenciada.  Segundo a rede social, a ideia não é parecer a TV, mas sim ser uma “nova TV”. Por isso, a programação está mais organizada.

E você, o que achou das mudanças?

Veja o canal da Magic Web Design no YouTube!

Pin It

Comentários Facebook

9 Respostas para Novo YouTube, ainda mais parecido com a TV

  1. Patrícia disse:

    Olá. Há muitos anos, ví uma apresentação em flash de Natal de vcs. Infelizmente nunca mais encontrei na internet. Vcs ainda tem esse arquivo? Era lindo demais, lembro inclusive que virou febre na época. Haviam dois ou três arquivos, se não me engano tinha um de páscoa tb. Poderiam me enviar o de Natal, caso ele ainda exista?

    Obrigada

    Patrícia

    • Magic Web Design disse:

      Olá Patrícia, desculpe a demora na resposta, mas estamos em férias coletivas. Vamos averiguar com a equipe sobre isso, e se conseguirmos localizar, vamos lhe passar um link, ok? Que bom que você lembra das apresentações e que gostou delas, obrigado pela mensagem!
      Abraços e um Feliz 2012 para você!

  2. Pingback: SOPA e PIPA, uma revolução na internet - Magic Web Design | Magic Blog

  3. Pingback: Nova política de privacidade do Google entra em vigor - Magic Blog | Magic Blog

  4. Pingback: Kony 2012: conheça Joseph Kony - Magic Web Design | Magic Blog

  5. Pingback: YouTube modifica ferramenta de edição - Magic Web Design - Magic Blog

  6. Pingback: Novos números do YouTube - Magic Blog

  7. Pingback: YouTube e o conteúdo jornalístico - Magic Blog

  8. Pingback: Gangnam Style: entenda o viral - Magic BlogMagic Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*