29 abr

“Evite esses sites”: a lista negra do Procon

proibido comprar paradas Evite esses sites: a lista negra do Procon

Crescendo vertiginosamente no Brasil, o e-commerce tem feito cada vez mais parte da vida de internautas que procuram por comodidade e preços mais baixos. Mas como tudo que é bom vem acompanhando por algum ponto não tão agradável assim, muita gente se favorece com o crescimento do setor enganando consumidores desinformados ou empolgados com as compras. Desde promoções absurdas a produtos não entregues e pagamentos extraviados, o comércio pela internet conta com diversas fraudes para ganhar dinheiro fácil, e o assunto já foi discutido por Antonio Borba, diretor executivo da Magic Web Design diversas vezes.

Para evitar grandes perdas, o Procon trabalha, assim como em compras em lojas físicas, para que os consumidores não sejam tão lesados na web. Por esse motivo, desde 2011 o Procon-SP possui uma lista on-line chamada Evite esses sites, com empresas fraudulentas ou que não estão regulares para a prática do comércio eletrônico. A situação irregular das lojas é atestada quando o Órgão recebe reclamações que não são devidamente resolvidas pela empresa ou nunca recebem uma solução, além de não serem localizadas pelo rastreamento feito nos bancos de dados de Órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR, responsáveis pelo registro de domínios no Brasil.

A orientação é que o consumidor consulte sempre a lista dessas empresas antes de fechar um negócio ou realizar qualquer pagamento referente a compras on-line. Em ordem alfabética, as empresas são listadas com informações como razão social, número de CNPJ ou CPF e o status “fora do ar” ou “no ar“, para que a identificação de atividade da loja seja feita. Nesta semana o número de lojas na lista negra subiu para 275, com 71 adicionadas por reclamações como não entrega de produtos, falha na comunicação e irregularidades durante a negociação; entre elas estão Conceito Editora, Belissima Online, eletromm.com.br e Best Mania. E para auxiliar ainda mais no cuidado com as fraudes, há o Guia de Comércio Eletrônico, também disponibilizado pelo Procon, com dicas e cuidados a serem tomados na hora de comprar ou contratar serviços na web.

Veja também: Good Housekeeping, a revista em defesa do consumidor.

——————————————————————————————-

Para garantir a segurança no e-commerce, a Venda a Jato, empresa do grupo Rede Magic, tem mais de seis anos de experiência e credibilidade no mercado de vendas on-line e oferece uma plataforma própria para comércio eletrônico e lojas virtuais, com custo acessível e suporte técnico de qualidade. Trabalha com as mais seguras formas de pagamento e possibilita ativação imediata, com e-commerce rápido, fácil e seguro.

http://www.vendaajato.com/

Comente / Veja os comentários 7 comentários Categoria: Internet

Comentários Facebook

7 Respostas para “Evite esses sites”: a lista negra do Procon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code lang=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre lang="" extra="">